Pesquisar este blog

Quem sou eu

Minha foto

Um documentarista da Luz, do analógico ao digital. No meu ofício de fotógrafo, com uma ativa contemplação da beleza dessa energia luminosa, que chega graciosamente até nós. Coletivizar saberes, aprender e compartilhar nossas criações! E Empreender nossos Sonhos! 30Anos no ofício da Fotografia: o olho que vê e faz o coração vibrar, compartilha o sentimento!
http://www.corluzimagem.blogspot.com.br/

Arquivo do blog

Criative Commons

Licença Creative Commons
http://www.corluzimagem.blogspot.com/ by Blog is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.
Based on a work at www.corluzimagem.blogspot.com.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.corluzimagem.blogspot.com/.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

"Quem não se comunica se trumbica!"

Já dizia o "Velho Guerreiro". Então estamos aqui, pois acredito na troca de conhecimentos, no diálogo e no processo conjunto de evolução e descobertas. Tudo tem seu tempo certo! Acompanhei com total curiosidade, desde o início, a Fotografia Digital, mas só entrei de cabeça, totalmente (pois até então, minha produção era "híbrida": captava em filme e escaneava o material final, quando necessário) com a compra de minha primeira câmera digital. A decisão veio em 2007, com carta a todos amigos, clientes e parceiros, que naquele momento acompanhavam meu trabalho.(carta no próximo post). Em 27 anos no ofício da Fotografia, incorporei muitos ensinamentos dos grandes mestres, desta área das artes visuais, como algumas afirmações de Cartier Bresson:
‘’FOTOGRAFAR...É COLOCAR NA MESMA LINHA DE MIRA...A CABEÇA, O OLHO E O CORAÇÃO.’’
‘’É preciso esquecer-se, esquecer a máquina... estar vivo e olhar. É o único meio de expressão do instante. É um presente que lhe é oferecido, mas é uma ação do acaso e é preciso tirar proveito dele... ele existe. É a vida,..."

É preciso dominar a técnica, mas sem esquecer o essencial: o treino da "Visão Fotográfica", não buscar informações só nos manuais e na técnica fotográfica, e preciso também ir ao encontro de outras áreas do conhecimento humano, para aguçar não só a Visão, mas sensibilizar todos os sentidos, como enfatizava outro mestre, Ernst Hass.  

Ser amigo das novas tecnologias, sem medo, usá-las a seu favor, a favor da criatividade. São apenas novas ferramentas, pois importante é salientar que, para este “operário da Luz”, a Fonte permanece a mesma, só estou atualizando o suporte: de filme para sensor.

Saudações Luminosas!

Bira Dias.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário